InHouse Contact Center

Porquê terceirizar Recursos Humanos na sua empresa

Porquê terceirizar Recursos Humanos na sua empresa

Contratar uma empresa para realizar todos as funções de um departamento pode ser uma boa saída para grandes empresas. Descubra o porquê terceirizar recursos humanos em seu negócio.

Partiremos do princípio de que a burocratização na gestão de pessoas sempre foi um problema recorrente para empresários. A papelada mudou muito pouco, o que vem se alterando com o tempo é a forma como ela é tratada, com opções que podem maximizar a criação de políticas e iniciativas que motivem os funcionários de uma companhia.

Se uma equipe de RH gasta muito tempo com trabalhos burocráticos, preenchendo papeladas e evitando multas, pode acabar deixando de lado aspectos importantes na vida de um trabalhador. Injeção de motivação, criação de um plano de carreira para todos os setores, atividades de aproximação da equipe e criação de vínculos, tudo isso é muito importante para o desenvolvimento do seu negócio. Entenda porque terceirizar recursos humanos pode ser uma sacada interessante.

Um negócio deve ser tocado com foco total e disposição. Gastar tempo e energia regulando contas das folhas salariais, benefícios e custos de treinamentos em momentos que você precisa gestar em âmbitos mais importantes pode ser um erro determinante.

Ilustraremos melhor dessa forma: A Associação Brasileira de Outsourcing de RH (ABO-RH) realizou uma pesquisa com donos de diversas empresas, tanto os que decidiram terceirizar recursos humanos quanto os que optaram por manter o setor integrado (insource), e coletou justificativas lógicas para isso. Mais de dois terços dos entrevistados que contratam empresas dizem que a motivação é financeira, gastos menos carregados.

Os outros motivos vão do aperfeiçoamento das técnicas de departamento pessoal ao foco exclusivo no que se passa em outras áreas da empresa. Outro dado interessante: Mais da metade dos que mantêm o RH integrado decidiram fazê-lo por razões culturais, isso é, hábitos e costumes que prevalecem no modus operandi do empresário.

 

Estudo de caso Nike

 

 

Dizer se vale a pena ou não terceirizar recursos humanos dentro de sua empresa pode ser muito relativo, dependendo da quantidade de funcionários e dos gastos de todos os processos. Para empresas que vêm de fora, por exemplo, pode ser muito vantajoso adotar o outsourcing, considerando que a burocracia brasileira é bem complexa, exige experiência no trato, contexto que pode complicar uma equipe que chegou do exterior.

Ficou comprovado também que empresas ainda em desenvolvimento podem encontrar desvantagens no momento de terceirizar recursos humanos. Praticar o outsourcing nessa área não é tão em conta assim, por isso, criar e estabelecer uma equipe interna para cuidar dos detalhes das carreiras e pagamentos dos funcionários é considerado uma boa decisão no meio empresarial. Especialistas especulam que para companhias com mais de 100 funcionários, sim, podemos enxergar as vantagens da prática. Ainda assim, quando o número de funcionários da um boom intenso, manter o serviço fora pode acabar se tornando, mais uma vez, caro demais. Empresas que se tornam referências nacionais tendem a retomar as atividades do departamento de pessoas.

Existem algumas modalidades que podem encaixar melhor no seu modelo de gestão, nem tudo precisa ser oito ou oitenta. O Business Service Provider (BSP) é uma fórmula em que a empresa fornece os dados em um sistema, deixando o grosso do serviço para as terceirizadas. No Business Process Outsourcing (BPO), a prestadora de serviço envia os seus funcionários para trabalhar no espaço físico da contratante, enquanto no modelo Aplication Service Provider (ASP), a empresa contrata apenas um sistema e uma estrutura liberada pela companhia de outsourcing, diversificando assim as possibilidades quando a intenção for terceirizar recursos humanos dentro de seu empreendimento.

Solicite uma proposta para a sua empresa:

[contact-form-7 id=”1791″ title=”Formulário de contato”]

 

 

Como evitar índices negativos para a empresa

Compartilhe este post -->

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Confira outros posts
que podem te interessar

Fechar Menu