Você conhece o marketing Human to Human h2h?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Você sabe o que é marketing Human to Human? Esse conceito está sendo amplamente aplicado em diversas empresas, mas qual o seu objetivo? Irei explicar nesse artigo o que é o Marketing H2H e qual a importância para o seu negócio.

Em um passado recente, era comum as empresas utilizarem campanhas em massa para se comunicar com seu público-alvo.

Um exemplo disso, são os e-mails. A mesma mensagem era enviada para vários clientes potenciais, que estavam ou não, interessados na sua solução ou para os departamentos de compras. Não havia segmentação, a mesma informação era destinada para diversos indivíduos que estavam em diferentes níveis da jornada do consumidor.

Isso fez com que esses e-mails começassem a serem tratados como spam, pois os potenciais clientes não tinham nenhuma dificuldade em perceber que essas mensagens não eram exclusivas ou pensadas em suas reais necessidades.

Do outro lado, as empresas não tardaram a perceber que esse tipo de estratégia de relacionamento apresentava uma falha grotesca e não traziam mais o resultado esperado. Com o avanço da tecnologia, novos métodos foram surgindo para a entrega de conteúdo e mesmo após a criação de ferramentas de segmentação, as mensagens continuavam genéricas, baseadas em tendências de mercado.

A fim de aperfeiçoar a comunicação entre clientes e empresas, surgiu o Marketing H2H (Human to Human, ou People Marketing). Embora o termo tenha começado a ser utilizado em 2015, foi em 2010 que Philip Kotler – também conhecido como o ‘pai do marketing moderno’ – disse em seu livro ‘Marketing 3.0’ que “em vez de tratar as pessoas simplesmente como consumidoras, os profissionais de marketing as tratassem como seres humanos plenos: com mente, coração e espírito”.

Mas o que isso significa?

Muitas vezes nos pegamos maravilhados com a interação entre máquinas e humanos ou diante da percepção de que estamos vivendo algo que já foi exclusividade de roteiros de ficção científica ou de sonhos antes considerados malucos. Porém, é essencial lembrar que o único motivo para que essas ferramentas existam é para facilitar o dia-a-dia de seres humanos e não os substituir.

Marketing H2H tem como princípio as pessoas e as relações humanas. Em qualquer nível da jornada do cliente, as campanhas devem ter ligação com valores pessoais, objetivos e necessidades do cliente, que deve ser tratado de forma que deixe claro que é enxergado verdadeiramente como uma pessoa e não mais como um número.

Seguindo o conceito de que o relacionamento profissional se equipara, e muitas vezes se mistura, com o relacionamento pessoal, é primordial que o Marketing H2H procure simplificar processos, focar na qualidade do atendimento e colocar o ser humano em posição de destaque, bem no centro do negócio.

O processo para implementação dessa estratégia é mais simples do que pode parecer à primeira vista, já que se trata de um humano se relacionando com outro humano. Também por isso, é normal que ocorra algumas falhas, afinal, se trata de humanos e não podemos afirmar que algo será bem-sucedido até testar.

Marketing H2H impacta diretamente o engajamento dos clientes com a marca, pois faz uso da empatia para localizar oportunidades que permitem a empresa se aproximar do consumidor e torná-lo fiel.

As Empresas que tiver em seu propósito colocar o seu consumidor “Humano” no Centro das suas estratégias/decisões de verdade, com certeza, se destacarão!

E você, o que acha desse assunto?

Como se sente quando uma Empresa realmente valoriza você e se preocupa com suas necessidades?

Com certeza, se sente feliz, não é?

Para conhecer mais sobre como tratamos os nossos clientes e os clientes dos nossos clientes, veja depoimento de uma cliente muito especial para nós!

 

Confira outros posts do blog
que podem te interessar...

Atenção: Medidas sobre o COVID - 19

Este website usa cookies para garantir uma experiência melhor e personalizada.
Você navegando no site, assume que está consciente de nossa política de privacidade.